clique aqui para as atividades que necessitam de inscrição prévia 


01 de outubro, às 14h00 
Oficina Afrobeat com Ìdòwú Akínrúlí
O Museu Afro Brasil abre o mês da celebração da obra de Fela Kuti com uma oficina de afrobeat com o artista nigeriano de origem yorùbá, Ìdòwú Akínrúlí. A arte também é instrumento de expressão e manifestação política, ideológica e formação do saber e do ser. Criado por Fela Anikupalo Ransome Kuti, o movimento afrobeat foi um divisor de águas no mundo da música global e fundamental durante o processo de independência da Nigéria. A oficina é aberta para o público em geral. É importante que se traga instrumentos percursivos ou melódicos.
Gratuito | Inscrições clique aqui 

09 de setembro – 09 de outubro | Youtube do Museu Afro Brasil 
Documentário | Cine MAB: Emanoel... são tantos
Em edição especial, o Cine MAB homenageia o nosso já saudoso Emanoel Araujo, ao exibir o documentário "Emanoel... são tantos", de 2020. O filme tem direção de Pedro Paulo Mendes, com classificação livre e duração de 15 minutos.
Play 

12 de outubro, das 16h30 às 18h | MAM (Museu de Arte Moderna) 
Palestra: Um continente para escrever: o grau zero da literatura enfrentando a si mesmo e a história.
Em parceria, o Museu Afro Brasil, o Museu de Arte de São Paulo - MAM-SP e o Centro Maria Sibylla Merian Convívio-Desigualdade na América Latina - Mecila, oferecem a palestra "Um continente para escrever: o grau zero da literatura enfrentando a si mesmo e a história" que examina a imposição da realidade social sobre a imaginação, olhando para o sofrimento como uma realidade empírica e uma construção histórica resultante do colonialismo e da violência estatal. Ministrada por Edimilson de Almeida Pereira, da Universidade Federal de Juiz de Fora, com mediação de Gesine Müller, do Mecila Principal Investigator/ Universität zu Kölno, a palestra propõe uma linguagem poética-reflexiva que estabelece relativa autonomia para a experiência da escrita.
Gratuito | Inscrições clique aqui 

22 de outubro, às 11h00 | Espaço expositivo 
Visita presencial em Libras: Múltiplas vozes femininas
A partir da exposição "Múltiplas vozes femininas", inaugurada em 30 de julho de 2022, a visita em Libras abordará a vida e obra de algumas artistas como Maria Auxiliadora, Rosana Paulino e Sônia Gomes.
Gratuito | Inscrições clique aqui 

26 de outubro, às 10h30 | Virtual - Zoom 
Visita presencial em Libras: Múltiplas vozes femininas
A partir da exposição "Múltiplas vozes femininas", inaugurada em 30 de julho de 2022, a visita em Libras abordará a vida e obra de algumas artistas como Maria Auxiliadora, Rosana Paulino e Sônia Gomes.
Gratuito | Inscrições clique aqui 

26 de outubro, das 15h às 17h 
Clube de Leitura da Biblioteca Carolina Maria de Jesus do Museu Afro Brasil: Mulher de pés descalços, de Scholastique Mukasonga
O Clube de Leitura, que tem como foco a literatura do acervo do Museu Afro Brasil, produzida por escritoras e escritores negros nacionais e internacionais, dialogará com o público sobre o romance “A mulher de pés descalços”, de Scholastique Mukasonga. Na obra, a escritora e ativista da etnia Tutsi, radicada na França, homenageia sua mãe e aborda conflitos enfrentados pelas mulheres nas lutas em Ruanda, onde, em 1994, os Hutus dizimaram os Tutsis. A Biblioteca disponibiliza o exemplar para empréstimo em seu expediente, de terça a sexta-feira, das 10h às 12h e das 13h às 15h.
Gratuito | Inscrições clique aqui 

28 de outubro, às 14h | Virtual – Zoom 
Oficina virtual: Palavra Fala-Palavra-Semente
A Oficina Fala-Palavra-Semente busca refletir sobre a palavra como semente a fim de perceber as palavras e as memórias que elas suscitam, lembranças, perfumes, texturas. A oficina também a construir uma pequena escultura que representa a palavra-semente a partir de um diálogo com o trabalho da artista brasileira Sonia Gomes.
Gratuito | Inscrições clique aqui 


BUSCA

O Museu está aberto o ano todo, com exceção das seguintes datas:

  • 24 e 25 de dezembro
  • 31 de dezembro
  • 1º de janeiro