Janeiro - 2017


07 de janeiro (sábado), às 10h30 e 08 de janeiro (domingo), às 14h00 
Visitas para público espontâneo
Neste final de semana, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.


As visitas nos finais de semana têm duração de 1h30 e são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. 
Público-alvo: aberto a todas as idades.
Valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço
www.museuafrobrasil.org.br


14 de janeiro (sábado), às 10h30 e 15 de janeiro (domingo), às 14h00
Visitas para público espontâneo
Neste final de semana, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.


As visitas nos finais de semana têm duração de 1h30 e são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. 
Público-alvo: aberto a todas as idades.
Valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br


21 de janeiro (sábado),
Às 10h30

Visitas para público espontâneo
Neste final de semana, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.


As visitas nos finais de semana têm duração de 1h30 e são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. 
Público-alvo: aberto a todas as idades. 
Valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br 


Às 14h00
Programação de Férias | Nsaka Za Bana (jogos infantis congoleses)
Na partir de uma breve visita ao museu e tomando como ponto de partida a localização geográfica, aspectos históricos e linguísticos do Congo, os educadores conduzirão discussões sobre o poder da palavra. Em seguida, os participantes serão convidados a conhecer e brincar com palavras e textos curtos em Lingala e Kikongo e a experimentar movimentos corporais articulados a cantigas congolesas.

A atividade de mediação de história mais a oficina têm duração de 2h00 e serão realizada com no mínimo 5 e no máximo 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Após o início da atividade, não será permitida a entrada. Atividade gratuita.
Público-alvo: infantil, as crianças devem estar acompanhadas por responsável.

22 de janeiro (domingo), às 14h00
Visitas para público espontâneo
Neste final de semana, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.


As visitas nos finais de semana têm duração de 1h30 e são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. 
Público-alvo: aberto a todas as idades. 
Valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br


28 de janeiro (sábado)
Às 11h00
Aos Pés do Baobá
Durante este evento de contação de histórias ou mediação de leitura, os visitantes terão oportunidade de conhecer narrativas africanas ou afro-brasileiras e, em seguida, participar de um bate-papo conduzido por integrantes do Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil.

Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br
A atividade tem duração de 1 hora e é realizada com grupos de no mínimo 5 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada.
Público-alvo: infanto-juvenil, as crianças devem estar acompanhadas por responsável.
Atividade gratuita.

Às 14h00
Programação Aniversário de São Paulo | Visita Temática “Passados Presentes: A presença negra em São Paulo”.
Nesta visita, conheceremos uma São Paulo muitas vezes deixada ao largo. Trata-se dos rostos fotografados por Militão Augusto de Azevedo, dos grandes mestres recuperados por Wagner Celestino, das irmandades religiosas, das edições da imprensa negra, da vida de Luiz Gama: dos eventos marcantes da nossa história na ótica da população negra paulistana. Vamos caminhar pelo acervo do Museu Afro Brasil como caminhamos pelas ruas da cidade, revelando as trajetórias que construíram a São Paulo que conhecemos.

Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br
A atividade tem duração de 2 horas será realizada com grupos de no mínimo 5 e no máximo 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada.
Para participar, é necessário se inscrever e/ ou chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. Após o início da atividade, não será permitida a entrada.
Público-alvo: a partir de 7 anos, as crianças devem estar acompanhadas por responsável.
Atividade gratuita

Às 15h00
Oficina “Muitas cidades em uma só: história, memória e resistência negra nas fotografias paulistanas”
A partir das variadas fotografias registradas em São Paulo, entre os séculos XIX e XX, discutiremos as diversas maneiras de ler a imagem fotográfica, revelando suas histórias e potencialidades para a reelaboração da memória. A história de São Paulo é marcada por uma intensa presença negra, que se faz presente nas ruas da cidade e nas memórias que elas guardam. Por isso, nessa oficina, ampliaremos as nossas lentes, destacando a resistência negra que se apresenta nas imagens da cidade que nos são legadas de tempos passados.

A visita temática e a oficina são atividades conjuntas e serão realizadas com grupo de no mínimo 5 e no máximo 20 pessoas e é aberta para o público adolescente e adulto. Para participar, é necessário se inscrever eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br. A duração da visita mais oficina é de 2h30.
Atividade gratuita.
Mais informações estão disponíveis  no endereço
www.museuafrobrasil.org.br

BUSCA

O Museu está aberto o ano todo, com exceção das seguintes datas:

  • 24 e 25 de dezembro
  • 31 de dezembro
  • 1º de janeiro