JULHO

Terças e quintas, às 11:30 e às 15:30; quartas e sextas, às 9:30 e às 13:30
Brincadeiras do Congo (Programação de Férias)
Atividade com brincadeiras tradicionais congolesas, tendo como ponto de partida as visitas mediadas à exposição de longa duração. A proposta é resgatar o encantamento de crianças e adultos com um universo lúdico cada vez mais esquecido nas grandes cidades. 
As atividades serão realizadas com grupos agendados ou espontâneos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas respeitando a ordem de requisição por e-mail ou direto no acolhimento. Crianças devem estar acompanhadas por seus respectivos responsáveis. 
Agendamento: agendamento@museuafrobrasil.org.br
Neste dia, o Museu Afro Brasil é pago, valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br
 
02 de julho (sábado)
10h30 – Kotambola ya bana (Programação de Férias)
A visita explora o acervo de maneira lúdica e apresenta obras de arte escolhidas para sensibilizar os pequenos visitantes. Durante o percurso, além de conhecer as exposições, as crianças participarão de brincadeiras que envolvem histórias e músicas que remetem às nossas matrizes africanas. 
As visitas temáticas aos finais de semana têm duração de 1h15 e não há necessidade de agendamento prévio. Para sua realização, é necessário formar grupos com no mínimo 5 e no máximo 20 visitantes e chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado. Atividade gratuita.

14h00 – Nsaka Za Bana (Programação de Férias)
A partir de uma breve visita ao museu e tomando como ponto de partida, a localização geográfica, aspectos históricos e linguísticos do Congo, os educadores conduzirão discussões sobre o poder da palavra. Em seguida, os participantes serão convidados a conhecer e brincar com palavras e textos curtos em lingala e quicongo e a experimentar movimentos corporais articulados a cantigas congolesas.
A oficina tem duração de 1h30 e será realizada com no mínimo 5 e no máximo 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Após o início da atividade, não será permitida a entrada. Atividade gratuita.
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br 

03, 10, 17, 24 e 31 de julho (domingo)
14h00 – Visitas para grupos espontâneos 
Neste domingo, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.   
As visitas aos finais de semana são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. 
Neste dia, o Museu Afro Brasil é pago, valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br

16 de julho (sábado)
14h00 – Visitas para grupos espontâneos
Neste domingo, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.   
As visitas aos finais de semana têm duração de 1h15 são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas. 
Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. Atividade gratuita.

23 de julho (sábado):
14h00 – Impressões da cor 
A partir de observação de obras expostas no Museu, os visitantes participam de uma vivência artística. A proposta envolve desenho, gravação em matriz e impressão em cores que resultam na produção coletiva de um painel.
A oficina tem duração de 2h00 e será realizada com no mínimo 5 e no máximo 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada.
Para participar, é necessário se inscrever e/ ou chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. Após o início da atividade, não será permitida a entrada. Atividade gratuita.
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br

30 de julho (sábado):
11h00 – Aos Pés do Baobá
Durante este evento de contação de histórias ou mediação de leitura, os visitantes terão oportunidade de conhecer narrativas africanas ou afro-brasileiras e, em seguida, participar de um bate-papo conduzido por integrantes do Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil. 
Duração: 1h00. Atividade gratuita. Público-alvo: infanto-juvenil. Atividade gratuita.
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br

14h00 – Bingana 
Essa oficina tem como matéria-prima a palavra. Os participantes são convidados a conhecer, aprender, brincar e refletir sobre provérbios apresentados em três línguas: português, quicongo e lingala (línguas faladas no Congo).
A oficina tem duração de 2 horas e será realizada com no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Para participar, é necessário se inscrever e/ ou chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. Após o início da atividade, não será permitida a entrada. Atividade gratuita.
Público-alvo: a partir de 7 anos. Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br

 

BUSCA

O Museu está aberto o ano todo, com exceção das seguintes datas:

  • 24 e 25 de dezembro
  • 31 de dezembro
  • 1º de janeiro